Av. Bandeirantes, 586 - Centro - Campo Grande / MS

(67) 99974-5172 / (67) 3324-2768

ampliar

A classificação dos automóveis por tipo de carroceria está diretamente relacionada às necessidades de diferentes perfis de clientes. E se existe um bem peculiar, é o de consumidores de hatches e sedãs médios. Isto porque valorizam, além de conforto e tecnologia, o prazer ao dirigir. Neste quesito, o Chevrolet Cruze turbo chega com duas novidades para o mercado nacional.

A primeira novidade é o Cruze RS. O modelo ganha customização que acentua o caráter arrojado do hatch. Outra mudança está na nova calibração do conjunto mecânico. Ela aprimora a qualidade de dirigibilidade em situações cotidianas de uso do modelo, que herda o acerto específico de suspensão e direção própria da configuração Sport6.

Olhando o veículo de frente, nota-se uma sutil mudança de caráter, proporcionada pelo conjunto mais imponente formado pela grade com detalhes em cromo escurecido, a gravata Chevrolet com fundo preto e os faróis com LED e máscara negra. Aqui, os designers usaram de criatividade para integrar os elementos através da combinação de formas, dimensões, materiais e cores. O logo RS em vermelho junto às entradas de ar marca a versão.

Na lateral, a moldura das janelas, o adesivo de coluna e os retrovisores seguem o mesmo visual escurecido para reforçar a ideia de unidade e, assim, evidenciar as proporções atléticas do hatch, assim como a linha de cintura. Já as rodas personalizadas contribuem para deixar o visual do carro mais esportivo.

Novo também é o conceito de teto preto metálico para o Cruze, que parece ampliar a área do teto-solar e altera a percepção de proporções do modelo o deixando ainda mais arrojado. A versão RS está disponível nas cores Branco Summit, Cinza Satin Steel e o Vermelho Chili, exclusivo para este modelo. Caso o cliente prefira um carro estilo monocromático, existe a opção de lataria coberta completamente em Preto Ouro Negro.

Na traseira, o aerofólio funcional também foi escurecido, assim como os emblemas com o nome e a marca do veículo na tampa, próximo das lanternas de LED tridimensionais. Interessante o efeito que estes acabamentos singulares para rodas, teto, molduras, retrovisores e aeropartes provocam na personalidade do veículo.

“A atual geração do Cruze Sport6 já havia nascido no Brasil com elementos da configuração RS norte-americana, como os para-choques esportivos, os faróis auxiliares horizontais e a saída de escapamento inspirada em carros de competição. Agora esses detalhes extras de acabamento definitivamente credenciam o veículo a receber a chancela desta versão tão cultuada”, explica Alexandre Ameri, gerente de Design da GM América do Sul.

Para o interior do Cruze RS, o propósito foi reforçar a sensação de interação humana com a tecnologia sem abrir mão da sofisticação, criando um ambiente mais envolvente e com uma pitada de exclusividade. Aqui, os diferenciais ficam por conta da seleção dos materiais além da escolha da cor para os revestimentos de teto, assoalho, colunas, painéis e dos bancos - todos em preto, enquanto as costuras pespontadas dos assentos, por exemplo, trazem linhas vermelhas.

Quem viaja a bordo do modelo também conta com elevado nível de comodidade e segurança. A lista de equipamentos de série segue o mesmo patamar de refinamento e inclui seis airbags, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré de alta definição, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro além de sistema de áudio premium, acendimento automático dos faróis através de sensor crepuscular, sensor de chuva, central de informação digital colorida, retrovisor interno eletrocrômico e retrovisores externos com rebatimento elétrico e aquecimento.

O pacote de conectividade também chama a atenção e nem poderia ser diferente. Afinal, a linha Cruze foi pioneira ao introduzir as mais inovadoras destas tecnologias no mercado. O Cruze RS oferece:

Projeção para Apple Car Play e Android Auto na tela de 8 polegadas do MyLink com pareamento via bluetooth simultâneo de até dois smartphones;
Wi-Fi nativo com antena amplificada e sinal de internet até 12 vezes mais estável com capacidade de conexão para até sete aparelhos simultâneos;
Aplicativo myChevrolet para smartphone e smartwatch que permite comandar funções do carro a distância, fazer diagnósticos remotos, consultas técnicas e agendar serviços na rede autorizada;
OnStar é o sistema de telemática avançado da GM que oferece assistência 24 horas por dia, 7 dias por semana para serviços de emergência e segurança;
OTA (over the air) é a tecnologia que permite atualizações de sistemas eletrônicos do veículo de maneira remota. Assim, o automóvel pode receber evoluções de programação e software sem precisar necessariamente ter que se deslocar para uma oficina. O processo é semelhante ao que já ocorre com celulares.
Vale salientar que o carro é capaz de identificar o motorista através da chave eletrônica e ajustar o conteúdo do multimídia para as preferencias memorizadas de cada usuário (aplicativos, estações de rádio, etc). Por vir com duas chaves, é possível criar até dois perfis diferentes.

O Cruze RS foi minuciosamente acertado para atender ao gosto do consumidor brasileiro e às condições das vias locais, oferecendo, de acordo com a Chevrolet, uma excelente dirigibilidade sem comprometer o conforto. Tanto que modelo herda amortecedores especiais, eixo traseiro mais rígido e ajuste específico da suspensão, que combinado com uma calibração exclusiva da direção elétrica, entrega melhor estabilidade em curvas, além de uma resposta mais rápida e precisa em altas velocidades.

O Cruze RS vem equipado com o mesmo motor 1.4 turbo. Desenvolve até 153 cavalos e 24,5 kgfm de torque. Tecnologias como injeção direta de combustível, cabeçote com coletor de escape integrado e comando variável de válvulas garantem agilidade ao veículo tanto em arrancadas como em manobras de ultrapassagem. Importante destacar que este propulsor disponibiliza 90% da sua força numa faixa plana entre 1.500 rpm e 5.000 rpm. Já a potência máxima ocorre entre 5.600 rpm e 6.000 rpm.

A transmissão automática de seis velocidades caracteriza-se pela suavidade e precisão nas trocas de marcha. Dotada de inteligência artificial, ela é capaz de entender as preferências do motorista e se adaptar ao seu modo de condução. Possui paralelamente sistema Active Select, que permite fazer trocas manuais por meio da alavanca do câmbio – perfeito para quem busca em determinadas situações maior interação com o veículo.

O Cruze RS inclui desde tapetes bordados até soleiras com o logo RS.

Com base no sucesso desta configuração em clínicas com o público-alvo e em estudos de mercado, a Chevrolet decidiu concentrar a oferta do Cruze hatch no mercado brasileiro na versão RS.

Midnight chega ao Cruze em três opções de cores, por sugestão do consumidor

A segunda novidade da linha Cruze é a versão Midnight, que chega para ampliar o leque de opções do sedã. Apesar de ser mais acessível que as versões topo de linha LTZ e Premier, o Cruze Midnight carrega a essência de um veículo premium em relação a estilo, tecnologia e prestígio.

O modelo estreia um novo conceito para a versão Midnight da Chevrolet: além do tradicional preto Ouro Negro, o cliente terá mais opções de cores metálicas para a carroceria. São elas o Azul Eclipse e o Cinza Satin Steel. Na cabine, os acabamentos desde os do forro do teto até os revestimentos soft touch de portas e painel ganham tons predominantemente escurecidos também, bem como sugere o nome da versão.

A ideia de estender o leque de opções de cores escuras para a carroceria veio de consumidores. Aliás, a própria série Midnight nasceu inspirada em tendências de customizações feitas por clientes nas ruas.

Igual outros modelos da série, o Cruze Midnight se destaca pelos acabamentos sofisticados e customizados, proporcionando com um toque extra de ousadia incomum em sedãs.

Na frente o destaque começa pela gravata Chevrolet com fundo preto e pela moldura em cromo escurecido da barra que divide as duas entradas de ar do motor turbo. A grade com elementos estéticos internos alusivos à tecnologia é própria do sedã. Faróis com máscara negra com luz de condução diurna em LED e luzes auxiliares tipo canhão completam o conjunto.

Na lateral, as rodas aro 17 em dois tons mesclam pela primeira vez o preto com o cromado. Um filete do mesmo metal faz a harmonização com as maçanetas. Já o logo Midnight fica na parte inferior da porta dianteira, alinhado com os retrovisores externos. A ausência de frisos é proposital, para que os vincos da carroceria sejam evidenciados, assim como a silhueta do veículo marcada pela caída do teto semelhante ao de um cupê. A seleção para as opções de cores externas considerou também a composição de pigmentos das tintas que refletissem com maior precisão a luz, evidenciando os vincos e o dinamismo do veículo.

E, apesar da traseira propositalmente mais curta do que de sedãs tradicionais, o Cruze entrega amplo espaço tanto para cinco passageiros como para bagagens. O entre-eixos mede 2.700 mm e o porta-malas acomoda até 440 litros.

O Cruze Midnight ainda reúne equipamentos de comodidade valorizados pelos entusiastas de sedãs médios, como revestimento premium dos bancos e painel, ar-condicionado com controle eletrônico de temperatura mais sistema automático de recirculação, partida por botão, chave eletrônica para travamento e destravamento das portas e da tampa traseira com sensor de aproximação, além de regulagem de altura dos faróis, sensor de estacionamento traseiro, controlador de velocidade de cruzeiro e limitador de velocidade.

Em relação ao pacote de itens de segurança, o modelo traz airbag frontal, lateral e de cortina, aviso sonoro para utilização do cinto de segurança em todos os assentos, cintos de segurança dianteiros com pré-tensionadores e controle eletrônico de estabilidade e tração com a função de assistente de partida em aclive.

O Cruze Midnight conta também com nível quatro de conectividade, o mais avançado disponível no mercado. Aqui os destaques são o MyLink com Apple Car Play e Android Auto, Wi-Fi nativo, OnStar para serviços de emergência e segurança, myChevrolet app para comandar funções do carro a distância, além de tecnologia OTA (over the air), capaz de promover atualizações de sistemas eletrônicos do veículo via internet.

A nova versão traz o consagrado motor de 153 cavalos e 24,5 kgfm de toque, que, junto com os confortáveis bancos e a excelente posição de guiar, tornam a condução extremamente prazerosa. Este quesito inclusive aparece em pesquisas da marca como um dos com mais elevado índice de satisfação, acima da média de veículos rivais.

Apesar das dimensões generosas, o sedã da Chevrolet é ágil no trânsito e tem consumo equivalente ao de veículos bem menores e menos potentes. O propulsor 1.4 turbo e a transmissão automática inteligente de seis marchas de última geração são padrão em toda família Cruze e auxiliam nesta tarefa, colaborando ainda para um maior silêncio a bordo.

“O Cruze Midnight tem forte apelo emocional, a começar pelo visual marcante, passando pela arquitetura moderna até o prazer ao dirigir de um verdadeiro de sedã médio premium. Mas esta versão especial também seduz pelo lado racional, com um conteúdo de equipamentos bastante abrangente. Tem também todo legado de sucesso da marca Chevrolet neste segmento, com milhares de clientes conquistados, um diferencial estratégico que nos motiva a continuar investindo e buscando expandir as oportunidades para o produto”, diz Rogério Sasaki, gerente Marketing de produto da GM América do Sul.

Tanto que o time de engenharia da empresa vem trabalhando no desenvolvimento de novas soluções para melhorar ainda mais a qualidade de dirigibilidade e reduzir as emissões da linha Cruze. Para isso, estão sendo promovidas mudanças importantes em sistemas como o de exaustão e de armazenamento e distribuição de combustível. Outra alteração está na inteligência dos softwares que gerenciam motor e câmbio.

O Cruze está adotando inclusive tecnologias que serão requeridas apenas em fases futuras do programa de controle de emissões veiculares, a exemplo do componente que controla e reduz a emissão de vapores tóxicos do tanque durante o processo de abastecimento. Todas estas atualizações tecnológicas contribuem para reduzir drasticamente a descarga de gases na atmosfera, como a de óxidos de nitrogênio (NOx), que cai pela metade.

As versões RS e Midnight estão entre as de maior sucesso da Chevrolet no mundo e chegam para o hatch e para o sedã do Cruze, respectivamente. A dupla começa a desembarcar no Brasil a partir do fim de janeiro para ser distribuída a toda rede de concessionária da marca pelo país.

 

 

Mais fotos

Clique na foto para ampliar